SALSA

Com sabor suave e fresco e folhas chatas e com pontinhas, a salsinha combina com tudo, mas só deve ser adicionada ao prato na sua finalização.

Esse tempero com sabor e aroma forte, combina perfeitamente com peixes, aves, carne ensopada, caldos entre outros.

Add to wishlist

Compartilhar:

Categoria:

Descrição

Possui propriedades diuréticas e carminativas.

Natural da Europa, a Salsa (conhecida também por salsinha, salsa-de-cheiro ou salsa-hortense) foi trazida para o Brasil no início da colonização.

Seu cultivo é relativamente fácil: pode ser cultivada em vasos e adapta-se muito bem a terrenos areno-argilosos, ricos em matéria orgânica, fracamente ácida e bem drenada.

Os antigos egípcios usavam-na como um remédio para dor de estômago e distúrbios urinários.

Os romanos acreditavam que a salsa evitava intoxicação e, portanto, a empregava para desodorizar o ar (repleto de álcool) durante seus banquetes.

No passado acreditava-se que ela era capaz de curar doenças como a malária, a peste e o envenenamento.